SEMPRE PROCURE

quinta-feira, 21 de abril de 2016

DERREPENTE






“Quando amo o coração se torna fogo onde encontro comigo mesmo. Derrepente meu mundo desmorona em forma e abismo, pois minhas verdades fogem aos meus olhos. Falei que o segredo se encontra em palavras pequenas em atos alinhados. Loucura mundana me pego sendo enganado por minhas conclusões próprias, por momento pequeno e simples. O mundo gira sorrindo para nós em desconfiança grande e plena pois com fel amargo nossa alma ele envenena. Lógico é puro se torna minhas palavras a composição de tua vida muda gerações. Nesse momento de escuridão e desapego que se encontra o prólogo da vida que te leva em braços de segredo pleno. Nunca desista porque toda a areia do mar tenta te empurrar para o oceano, não se esqueça que o oceano pode te levar a lugares diferentes da areia seca e salgada. No simples derrepente te digo que a lógica está clara o Cristo vivo te ampara. E por pequena que seja os teus atos como diz santo Agostinho nessa linda música:
“Caminhando na praia deserta
Me vi a pensar no mistério da
Trindade Santa.
Quando ao longe um menino tentava
Com uma concha
Colocar o mar num buraquinho na areia. 

Logo me aproximei dizendo a ele. Que era um trabalho em vão.
Qual surpresa era um anjo. Que me olhou e então me disse:

É mais fácil pôr o mar aqui que compreenderes
A trindade e todo o seu mistério.”.

 Para compreendermos os mistérios que Deus nos coloca as barreiras que devemos enfrentar somente ele sabe o Mistério que se torna. ” Albert Santana