SEMPRE PROCURE

domingo, 12 de julho de 2015

IGNORÂNCIA

"O mundo que te cerca não é o mesmo sol que te aquece. Mundos diferentes podem ser parecidos para aqueles que nunca os visitaram. Colisão de ideias é o mesmo que saber todo segredo escondido, mas desconhecer a verdade certa é clara. Pequenas gotas de sabedoria podem lavar grandes quantidades de ignorância. ” Albert Santana

EXATA VERDADE

"Palavras severas podem ser mais doces que palavras adocicadas de veneno. O melhor nem sempre é uma idealização verdadeira. Ser verdadeiro do quer dizer palavras de impacto severo, pois nada como o simples para o entendimento de todos. Exatidão deixa de existir quando a verdade não está em nos.“Albert Santana

MORTIFICAÇÃO



"Mortificar palavras tende a ser necessário quando simploriamente o humano se torna nulo. Egoísta nos tornamos por não aceitarmos as condições impostas por nossos limites. Sentir na totalidade sem perder o individualismo de suas palavras. Não se entregar a desejos os quais não cabe a nossa natureza divina.“Albert Santana

IDIOMA DO SERVO

"Cada idioma central de nosso ser pode se resumir em entender nossos piores medos. Complicar palavras simples é sentir medo de nossa própria voz. A luz que te faz especial é diferente da sombra que te atrai para escuridão. Se te tornas simples receberas simplicidade de tal forma a ganhares notoriedade. Simplesmente reconhecer o simples por merecimento o resto e complemento. Semelhante a simplicidade somente uma palavra de definição em verdade SERVIDÃO. “Albert Santana

SILÊNCIO EM SOLIDÃO



"Quando a solidão toma forma de sentimento? Quando as virgulas do sofrimento param em interrogações de perguntas melancólicas. O humor da solidão e um pedaço amargo o qual nunca devemos provar. Sentir na imensidade de todos eis a forma de escapar do silêncio solidão. Para que nunca sozinho estejas é necessária uma porcentagem de barulho acompanhador. Quiete seu coração para escutar a voz do silêncio divino." Albert Santana

BELEZA VERBO HUMANO

“Palavras ferem a alma quando faladas por aqueles que não entendem de sentimentos. Cada verbo implícito em palavras tem o poder de reviver ou de matar em vida uma idealização pessoal. O perfeito esta aos olhos daquele que sabe enxergar a beleza defeituosa do ser Humano. ” Albert Santana